segunda-feira, 24 de junho de 2013


10 competências necessárias para 2020



via Zevillage

O IFTF-Institute For The Future é um grupo de investigação  independente, sem fins lucrativos. Trabalha há mais de dez anos na área da previsão, identifica tendências, está atento ao surgimento de fenómenos passíveis de transformar a sociedade e o mercado globais. Este grupo fornece conhecimentos (insigths) sobre estratégias de mercados, condução de processos, inovação e problemáticas sociais.
Com o avanço da robotização, a substituição do trabalho humano pela máquina, o homem terá de reinventar novas formas de trabalhar e de pensar.


Pensamento profundo e crítico: capacidade de determinar o significado mais profundo do que é expresso (diferenciar homónimos, por exemplo).
Inteligência social: capacidade de se conectar com os outros de uma maneira profunda e direta, para entender as reações dos outros e estimular interações.
Pensamento novo e flexível: a capacidade de pensar e encontrar soluções e respostas para além do que é aprendido de cor ou baseado em regras.
Competências transculturais: capacidade de trabalhar em diferentes ambientes culturais: a heterogeneidade levar-nos-á a resultados mais ricos e diversificados.
Pensamento computacional: capacidade de transformar uma grande quantidade de dados e informações em conceitos abstratos e compreender o raciocínio baseado em dados.
Nova literacia mediática: a capacidade para avaliar e desenvolver o conteúdo que utiliza novas formas dos media, e de contar com estes meios de comunicação persuasiva.
Transdisciplinaridade: a capacidade de compreender os conceitos de diversas disciplinas/áreas de conhecimento.
Pensamento adaptado: a capacidade de representar, desenvolver e adaptar tarefas e processos de trabalho em função dos resultados desejados.
Gestão de carga cognitiva: a capacidade de filtrar informações com importância e compreender como maximizar o funcionamento cognitivo, usando uma variedade de ferramentas e técnicas.
Colaboração Virtual: capacidade de trabalhar de forma produtiva, liderar uma missão enquanto membro de uma equipa virtual.


A tradução é nossa (nem sempre fácil  traduzir ideias ou conceitos). 
Aos educadores conselhamos a leitura do documento em pdf. 

AQUI.



Sem comentários: