quarta-feira, 18 de julho de 2012


O livro que não pode esperar

Quem não leva meses e alguns de nós anos até para ler um livro? Confesso que leio vários livros ao mesmo tempo e chego a levar meses a acabá-los, outros nem cheguei a cumprir tal tarefa.Gosto dessa liberdade de pegar e largar ao sabor dos interesses de momento.
 Mas este tem o propósito de trocar as voltas aos leitores preguiçosos ou "hedonistas". Concebido com tintas especiais, sensíveis à luz, as letras vão desaparecendo com o tempo.  E quando menos se espera, quando formos por ele, já lá não está!  Uma novidade que servirá certamente os interesses do mercado livreiro. Confusos?  Vejam.

Sem comentários: