quinta-feira, 5 de janeiro de 2012


Os 100 anos de Alves Redol



Celebrou-se no passado 29 de Dezembro o centenário do nascimento de Alves Redol (1911-1969). Escritor e oposicionista militante, A. Redol assume a escrita como um compromisso ideológico. Distingue-se nas letras portuguesas pela publicação do primeiro romance neorrealista português, Gaibéus (1939), a que se seguiram outros não menos importantes: Avieiros (1943) e Fanga (1944). Barranco de cegos (1962) é a obra que lhe confere definitivamente um lugar entre os maiores escritores neorrealistas.
O romance neorrealista parece adquirir atualidade nos nossos tempos conturbados. Uma excelente oportunidade para (re)ler algumas das obras que alcançam a grandeza épica na luta do povo por uma vida melhor contra os grandes e poderosos deste mundo.

Ver também:
 Videos Youtube   
Vida e obra AQUI
Catálogos das bibliotecas de Lisboa com 111 registos sobre Alves Redol (autor), AQUI.

Sem comentários: