quarta-feira, 30 de março de 2011


Dia Internacional do Livro Infantil










Não é fácil conciliar jovens e leitura. Um número significativo de alunos (observável no ensino secundário) afasta-se da leitura por razões que têm a ver com transformações orgânicas, desenvolvimento socio-afectivo e cognitivo. As leituras infanto-juvenis deixaram de os interessar e ainda não ganharam competências para livros sérios ou profundos. Os pais e educadores questionam-se se, afinal, os jovens estão a ler mais ou menos livros. Sabemos, pelo menos, que têm substituído os livros pela participação em redes sociais, pela leitura de revistas e jornais, impressos ou digitais, pela leitura e edição de blogues. E principalmente pelo convívio com amigos.

Como se faz um leitor?
Como fazer bons leitores? Qual o percurso feliz que os levou a ler? Que razões se escondem por trás de um mau leitor ou um descrente da leitura? A iniciação à leitura é imprescindível nos primeiros anos do ensino básico, mas deve já ter sido iniciada na família e no ambiente que os rodeia. A uma criança devemos dar afecto, boa educação e boas leituras. E a motivação não pode ir faltando ao longo do crescimento. Recentemente, ouvimos um conhecido editor e livreiro em diálogo com um amigo à mesa do almoço num restaurante: " os meus filhos lêem, porque, quando eram crianças, à noite, lhes colocava a alternativa: ou fecham a luz ou lêem". É evidente que adivinhamos qual era a resposta.

Comemorar o Dia Internacional do Livro Infantil
Festejar o livro infantil é um dever de todos nós. Porque tudo começa na infância. O bom e o mau. A IBBY- The Internatioanl Board on Books for Young People é uma organização mundial de que fazem parte todos os que reforçam os laços entre as crianças e a leitura.


Ligação associada e fonte das imagens IBBY
Copyright: IBBY
Design: mendelin.com
Artwork: Piet Grobler, Kveta Pacovska, Stephan Brülhart
Last Update: 25.03.2011

Sem comentários: