quarta-feira, 24 de novembro de 2010


WWW ameaçada

Imagem: Google

Que Web queremos e que Web teremos nas próximas décadas?
Tim Berners-Lee, um dos fundadores da World Wide Web, afirma que a liberdade de expressão na Internet se encontra posta em causa.
Num artigo da Scientific American, em que se assinalam os vinte anos da Internet, Berners-Lee acusa as grandes redes sociais, os operadores da Internet sem fios e governos da tentativa de impedirem o acesso a determinados sites. Através da criação de bolsas, ou silos, de informação como é o caso do iTunes, que pode apenas ser acedido por quem tem o programa. O Facebook e o LinkedIn servem-se dos dados pessoais dos subscritores como a data de nascimento e os seus gostos para gerarem dinheiro. Alguns operadores estão a limitar o tráfego dos que não fazem parcerias. Os governos, totalitários ou democráticos, servem-se da informação para vigiarem o que os cidadãos usuários pensam ou fazem na rede.
Berners-Lee alerta:"Se nós, os usuários da rede, permitirmos que essa moda continue, a Internet pode ser quebrada em redes fragmentadas. Podemos perder a liberdade de nos conectarmos a qualquer website que quisermos".


Fontes:
Pesquisa Mundi
Scientific American

Sem comentários: