sexta-feira, 5 de março de 2010


Há ares no Ar...

Poemas inspirados em "O prestidigitador organiza o espectáculo", de Mário Cesariny. As instruções resumiam-se à obrigatoriedade de utilizar a anáfora ("há") e a enumeração (preferencialmente caótica); quanto ao resto, liberdade total de recriar "o espectáculo do mundo"...



da Violeta Calado (10ºI)

Há ares no Ar...Há gritos nos bolsos.

Há olhos-polícia atrás da mão;

Há danças atrás do pano.
Há estrelas em caixas.
Há gestos em caixas.
Há Luzes em caixas.
E há caixas vazias.

Há mil Ruas vazias.

E há risos de nojo nos pés de vaso.

Sr. Ar, dê-me canções de barulho nas Ruas.
Pra dançar.

1 comentário:

Miguel Eibel disse...

boa tarde!
Gostei do poema!
Aliais gostei de todo o blog!
Parabéns!
Tudo de bom e um super final de semana pra você!



http://migueleibel.blogspot.com