terça-feira, 23 de março de 2010


O Caderno vazio

O passado Dia Mundial da Poesia levou-nos ao encontro, mais uma vez, de jovens_autores. Publicamos um poema do João Vale, do 12ºB, retirado do blogue da disciplina de Português, que pode ver AQUI.

-O Caderno Vazio-



Oh LETRA que estás sozinha,
Nessa primeira linha,
Deste caderno vazio!

Agora, PALAVRA unificada,
mede apenas uma polegada,
No meu caderno vazio

Aquela palavra já era.
Porque agora um VERSO impera.
Dentro do caderno vazio!


Continuou a aumentar
Com ESTROFES a multiplicar
A encher o caderno vazio.

Na folha foi aparecendo
Um POEMA que ia crescendo.
No caderno outrora vazio!

E assim poema acabado
O caderno tem de ser arrumado
Ao lado dos livros de Sophia,
É dia... Mundial da Poesia.

Sem comentários: