quarta-feira, 27 de janeiro de 2010


Quase IV

da Violeta Silva ( 10ºI)

Eu sou quase nada.
Eu vejo mas não entro.
Sou quase tudo.
Tenho mas não sou.
E o tempo, o tempo é uma desculpa
Pra não chegar.
No tempo,
Percorro todos os caminhos
Sem chegar a algum destino.
Quase chego a ser...
Sou quase tudo...
Quase aqui não estou...
Sou quase nada.

Sem comentários: