quarta-feira, 29 de abril de 2009


O Pecado do Vagabundo

Brevemente estará disponível ao público, nesta biblioteca, o livro que a autora, Risoleta Pinto Pedro, tão amavelmente nos ofereceu.
Inserimos aqui um excerto do seu texto de apresentação da obra, cujo lançamento decorreu na FNAC no dia 19 deste mês.


A propósito de O Pecado do Vagabundo

(Publico este texto do lançamento de um livro meu, a pedido de alguns amigos que tendo-o ouvido, gostariam de o ter/ler, e de outros que não tendo podido estar, igualmente o querem conhecer.)
Se não contar as colectâneas de contos em que participei com outros autores , se não contar ainda um livro escrito a quatro mãos com a minha querida amiga Raquel Gonçalves, e as bandas desenhadas de uma ópera e uma cantata com o compositor Jorge Salgueiro em que o texto é o meu libreto, se não tiver em conta as dezenas e dezenas de poemas e crónicas que escrevi ao longo destes anos, se tiver apenas em conta os livros de ficção publicados exclusivamente meus, se é que isso existe (e claro que não existe, é apenas uma forma de falar), este é o meu sétimo livro. Ao todo passam de catorze. Mas assim, são sete. Apercebi-me disso ontem. Desde 1995, quando foi publicado o primeiro, há catorze anos. Este é o mais pequenino e no entanto é o que nasceu mais velho. Porque este livro é uma espécie de filho que foi preciso ir buscar ao ventre da mãe; nesse sentido, é, de certo modo, uma salvação. Como têm sido todos. Mas este em especial. Porque se os outros livros me vieram salvar a mim, este livro vem salvar outro livro.

Ler texto integral em http://www.unicepe.com/

Ver também: Novelosde Silêncio


Sem comentários: